Quais as características da usina hidrelétrica de Itaipu?
A usina hidrelétrica de Itaipu, a maior do mundo em operação, é um empreendimento binacional desenvolvido pelo Brasil e pelo Paraguai no rio Paraná. Teve sua construção iniciada na administração do general Ernesto Geisel, em associação com o governo paraguaio, também sob ditadura militar. Começou a operar em 1982. A potência instalada da usina é de 12.600 MW (megawatts), com 18 unidades geradoras de 700 MW cada uma. As 18 unidades geradoras de Itaipu entraram em operação, de acordo com o cronograma, ao ritmo de duas a três por ano, a contar de maio de 1984. A 18ª entrou em operação em 9 de abril de 1991. A cada ano, a usina vem superando o próprio recorde mundial de produção de energia. Em 1999, a usina produziu 90 bilhões de quilowatts-hora (kWh), enquanto em 2000 a produção superou os 93,4 bilhões de kWh, suficiente para garantir o suprimento de 95% da energia elétrica consumida no Paraguai e de 24% de toda a demanda do mercado brasileiro. Em 2001, a usina não bateu seu recorde devido ao racionamento de energia elétrica no mercado brasileiro, que diminuiu em 20% o consumo. A capacidade instalada da usina será ampliada para 14.000 MW até meados de 2004, quando estarão operando as duas novas unidades geradoras, cujas obras de instalação e fabricação começaram ainda no primeiro semestre de 2001.